RSS Feed

Tag Archives: Viagem Zurique

Zurique

Posted on

Zurique

Essa pequena cidade suíça é sem dúvida um dos lugares mais legais de se conhecer. Quando cito “pequena cidade” é pelo fato de Zurique ter apenas 350 mil habitantes. Ou seja, praticamente a metade dos habitantes de Copacabana no Rio de Janeiro por exemplo.

Zurique é lugar para se visitar em 3 dias, nunca me arrisquei a ficar mais de 3 noites por lá. Digo isso, não só pela facilidade de se conhecer os principais pontos turísticos, mas também pelo preço. Prepare o bolso, pois se existe um lugar caro, esse lugar é Zurique. Acho que os suíços não aderiram ao Euro justamente por isso, acredito que seja um complô para confundir os turistas com a conversão do Franco-Suíço x Euro. Brincadeiras à parte, mas o fato é que você se perde com o dinheiro na hora de comprar souveniers nas dezenas de lojas próximas a catedral Grossmünster, na Nieddorfstrasse O melhor é ir e relaxar, evitar compras desnecessárias, porém nada de ficar conferindo preço do cafézinho ou refrigerante nos restaurantes e cafés. Cafézinho? Chocolate, né. Afinal de contas, o chocolate suíço é um dos melhores do mundo.

A melhor maneira de conhecer o centro de Zurique é de bicicleta ou de bondinho. Como qualquer outra cidade europeia (ok, eu sei..a Suíça não faz parte da União Européia), os carros são abominados e devem ser evitados. Praticamente tudo acontece as margens do rio Limmat, portanto não acredito que irá se perder nesse city-tour.

Se for seguir minha dica de ficar no máximo 3 dias, procure se hospedar na região mais central. O ponto de referência é o Hauptbahnhof (Estação Central de Trens).

Idiomas
Na Suíça são quatro línguas oficiais: alemão, italiano, francês e romanche. Essa última é falada por uma minoria, cerca de 0.5%. O alemão é na verdade chamado de suíço-alemão, pois trata-se de uma variação da língua naquela região. É como se fosse um dialeto, sendo difícil até para os próprios alemães entenderem os suíços. Mas calma, com o tradicional inglês, tudo pode ser resolvido.

Visto

A Suíça faz parte da EFTA e aderiu em 12 de Dezembro de 2008 ao bloco de países europeus que permitem a livre circulação de pessoas sem necessidade de passaporte (passageiros que provenham do espaço Schegen). No entanto, turistas brasileiros, apenas o passaporte em dia.

Turismo

Vale a muito a pena dar um pulo em “Neuhausen am Rheinfall”, onde além do “Schloss Wörth” (castelo), tem a cachoeira “Rheinfall”. Várias empresas oferecem um passeio de barco que vai até a base dessa enorme cachoreira. Há também alguns decks de observação (gratuitos) com uma vista espetacular das quedas. Além de visitas guiadas que começam no Castelo indo até queda d’agua. Vários restaurantes estão localizados em Schloss Laufen, Wörth Schloss e no parque Rheinfall.
As Cataratas do Reno são facilmente acessíveis de carro, bicicleta e transportes públicos. Diversas linhas de trem atendem o local: o DB-Bahnhof “Neuhausen Bad Bf” e SBB-Bahnstation “Schloss Laufen am Rheinfall”. Lembrando que tudo está muito bem sinalizado, portanto fácil para qualquer um.
Compras
 

A Bahnhofstrasse é a principal, para não dizer a mais famosa rua de Zurique. Nela estão as lojas caras e chic’s (Chanel, L.Vuitton, Dior, ..), além de grande parte dos bancos e empresas suíças. Ela começa na estação de trem central (Bahnhof, daí seu nome) e termina na beira do lago Zürichsee. Vale a pena uma caminhada por toda a sua extensão.

Sprüngli – é a confeitaria/chocolateria mais famosa de Zurique, pertencente a marcde Chocolates Lindt. Para os chocolátras, é um passeio obrigatório. Não deixe de experimentar o Luxemburgerli  Bom demais! Os suíços o consideram melhor que o “macaron” francês. Se experimentar um desses, depois me escreva deixando sua opinião. 🙂

Anúncios