RSS Feed

Tag Archives: oktoberfest munique

Dez cervejas de trigo alemãs

Posted on

Na Alemanha são produzidos mais de 5.000 tipos de cerveja. Entre elas está a famosa cerveja de trigo (em alemão Weizenbier ou Weissbier).

Paulaner Naturtrüb

Conhecida mundialmente, essa Hefeweizen tem tonalidade dourado-brilhante – cor da composição de quatro diferentes tipos de maltes – e aspecto turvo, já que a levedura (Hefe) não é filtrada. Produzida na oitava maior cervejaria da Alemanha, tem traços de manga e abacaxi e equilibra doce e amargo no paladar.
Teor alcoólico: 5,5%

Paulaner_Hefe-Weissbier

Weihenstephaner Vitus

Encorpada e complexa, essa Weizenbock é reconhecida pelo aroma de damascos secos e pelo sabor marcante de especiarias: forte, mas frutado. Premiada diversas vezes pela World Beer Awards como a melhor cerveja de trigo e produzida pela mais antiga cervejaria do mundo, ela pode ser saboreada ao lado de pratos exóticos – e inclusive na hora da sobremesa.
Teor alcoólico: 7,7%

weihenstephaner-vitus_beer_full

Franziskaner Royal

A Royal é uma versão especial da Franziskaner, dotada de especiarias e o teor alcoólico mais elevado. Na composição do sabor, toques de figo, melão e banana madura, com aromas de cravo e espuma cor de marfim. De cor acobreada, encorpada e elegante, ela é uma das preferidas em ocasiões comemorativas – podendo facilmente substituir um bom vinho.
Teor alcoólico: 6%

DSCF9132

König Ludwig Weissbier Leicht

Com 40% menos do volume alcoólico de sua versão helles (clara), essa Weissbier é da categoria “light”, muito mais leve e bastante refrescante. A cerveja leva o nome do Rei Luís I, responsável pela inauguração dos primeiros Biergarten, os “jardins de cerveja”, bastante comuns na Alemanha, e da Oktoberfest em Munique.
Teor alcoólico: 2,9%

33b6c2da421c88e201affbb1a832aab

 

Schneider Weisse TAP 7

Feita em Kelheim, na Baixa Baviera, a Schneider Weisse conta com um enorme leque de diferentes cervejas de trigo, sendo a TAP7 a mais tradicional. De espuma leve e gostinho “típico da Baviera”, a Weizen se equilibra entre 60% de malte de trigo e 40% de cevada.
Teor alcoólico: 5,4%

schneiderweisse_original

Erdinger Weissbier

Outro exemplo da tradicionalíssima cerveja de trigo alemã, a Erdinger precisa de um período de três a quatro semanas para atingir a maturação ideal. Ela existe no mercado desde o início do século 20 e reafirma a antiga Lei de Pureza Alemã: contém apenas lúpulo, maltes, levedura e água. Cremosa, com tons de dourado e aparência opaca, é frutada e refrescante.
Teor alcoólico: 5,3%

erdinger_weissbier

 

Maisel’s Weisse Alkoholfrei

Ideal para quem busca uma Weizen sem álcool e menos calórica, sem abrir mão das características originais de aromas e sabores da cerveja tradicional. Produzida artesanalmente em Bayreuth, no norte da Baviera, a Maisel’s é leve e perfumada, com um sabor acentuado que equilibra banana e frutas cítricas.
Teor alcoólico: 0,5%

P1010001_0

 

Hofbräu Schwarze Weisse

Mais uma da série: Weizenbier produzida em Munique! Mas, diferente das últimas, essa é uma Schwarze Weisse: versão escura e menos espumante, se comparada à tradicional, ela é bastante aromática e leva um toque de biscoito amanteigado no sabor, misturando ainda notas de marrom glacê e até salada de frutas. A espuma tem cor de cappuccino.
Teor alcoólico: 5,1%

20100207-IMG_3703

Berliner Kindl Weisse

Levemente ácida e muito refrescante, a Berliner Kindl Weisse tem um teor alcoólico bastante baixo. Feita na capital alemã, ela já foi considerada a “champagne do norte da Europa”, graças ao seu frescor e à sua característica borbulhante. Além, é claro, do colorido – a Berliner Kindl é famosa por adicionar xaropes dos mais variados sabores às suas cervejas.
Teor alcoólico: 2,8%

6539-berliner-kindl-weisse-waldmeister-58-1406169295

 

Hacker-Pschorr Dunkle Weisse

De caráter aveludado e notas de caramelo, essa Dunkle Weisse é produzida no coração de Munique. Feita com maltes selecionados, é densa e aromática. A doçura picante do malte escuro se equilibra com um leve gosto amargo, e os traços são de cravo e gengibre.
Teor alcoólico: 5,3%

hacker_pschorr_anno1417

 

(fonte DW)

Anúncios

Munique: qual a melhor região para se hospedar?

Posted on

É o tipo de pergunta que mee fazem o tempo todo e obviamente eu faço a meus amigos que moram em cidades que pretendo viajar.

Você quer praticidade, andar pouco e ter toda a malha de transporte público a sua disposição ?

Pois bem, não tenho dúvida que a região no entorno da Estação Central de Trens (Hauptbahnhof) é a melhor opção. De qualquer extremo da cidade que você esteja passeando, você irá encontrar um metro, um onibus ou um bonde que tenha o “Hauptbahnhof” como destino.

É obvio que nessa região, não espere encontrar esquilos saltitantes em um belo jardim na frente do Hotel. Lembre-se: você está no marco zero da cidade, chegada e saida de milhares de turistas. Isso serve para todas as cidades no mundo, as redondezas das Estações Centrais são sempre feias. Porém você está em Munique, você não precisa se preocupar em andar de noite por essa região. Roubo zero, ok !?!

A opção de Hostels e Hoteis com preços baixos é maior nessa região citada. É praticamente um Hotel colado no outro, com muita opção de resturante e “fast food”

Se você prefere um lugar menos tumultuado, evitando a Estação Central. Se Hoteis na região central estão lotados (acredite, na Oktoberfest não tem nem casinha de cachorro disponivel), .. Enfim, a segunda dica é procurar hoteis que estejam proximos as estações em destaque no mapa abaixo, de Pasing ateOstbahnhof. Por que ? Simples, observe que a rede de metro continua intensa nessas estações. Ou seja, você não precisa ficar esperando 20 minutos pelo proximo metro, pois é o que acontece quando voce só tem uma linha de metro para sua região. Nessas estações que destaquei no mapa (essas capsulas brancas), você tem metro de 2 em 2 minutos.

Ficar no fim de linha de metrô é, de fato, uma chatice. Você começa e termina o seu dia com aquela mesma seqüência interminável de estações (a gente se sente como se fosse para o trabalho). Passar no hotel no meio do dia para buscar algo que esqueceu acaba se tornando uma novela e tomando um tempo e uma energia que custam muito mais do que a diferença do que você pagaria por um hotel mais central.

Se você prefere ficar numa região agitada à noite, não apenas para agitar de fato, como também para se sentir em segurança em ruas que não morrem cedo , escolha Karlsplatz ou Sendlinger Tor. De preferência próximo a avenidaSonnenstraße.

Quer dormir e acordar praticamente dentro da Oktoberfest ? Então procure algo proximo a Theresienwiese ou um hotel que tenha a linha U4 e U5 por perto. Todos os hoteis costumam indicar em seus websites “estamos a 3 minutos da estação de metro tal e tal”.

A outra opção é a estação de Hackerbrücke. Esse local é marcante pela imensa ponte de ferro que atravessa as linhas de trem que abastecem a Estação Central. Em Hackerbrücke, você caminha de 5 a 10 minutos e já está dentro da Oktoberfest.

Quer dormir e acordar num lugar lindo? Abrir as cortinas e ter um belo lago como cenário ? Ou você esta de carro e quer fazer um tour pela Bavária ? RecomendoStarnberger See ou Ammersee. Lembre-se que nessa região temos uma linha de metro para cada lago citado, porém estamos bem afastados do centro. Algo em torno de 30 minutos de Metro, porém com a Autobahn muito próxima.

Cervejas da Oktoberfest

Posted on

Você sabia que apenas 06 Cervejarias participam da Oktoberfest e todas são de Munique ? A escolha segue o estatuto da festa: é preciso ter tradição comprovada e seguir as leis de pureza de Munique e da Alemanha. As eleitas são:AugustinerPaulanerHofbräuSpaten-FranziskanerHacker Pschorr eLowenbrau.

A cerveja por excelência do Oktoberfest é conhecida como Märzen, porque se produz em Março (März em alemão). A Cerveja Märzen é um pouco mais forte que a média das cervejas. No séc. XVII os produtores de Cerveja bávaros inventaram um sistema de produção que evitava a perda do sabor e da quantidade de álcool da Cerveja para que se pudesse beber entre Setembro e Outubro.

AUGUSTINER
As Augustiner mais conhecidas são a Augustiner Helles (5,2%) clara e suave, e a Edelstoff (5,6%) um pouco mais forte e doce. Outro destaque desta marca é a Augustiner Weissbier, a tradicional do Oktoberfest. Esta última e a Edelstoff são as únicas que são servidas nos tradicionais barris de madeira.
Festhalle (tenda) onde pode encontrar: Augustiner Festhalle e Fischer-Vroni.

PAULANER
A Cerveja do Oktoberfest é a Paulaner Amber (5,8%), menos forte que as restantes Cervejas que se servem no Oktoberfest e provavelmente a mais famosa. Tem uma caractrística cor ambar escura e um sabor mais suave que as outras Cervejas que se podem beber na Festa.
Festhalle (tenda) onde pode encontrar: Armbrustschützenzelt, Winzerer Fähndl e Wies’n Käfer de Schänke.

HOFBRÄU
Em 2008 ganhou a medalha de ouro no Festival Mundial da Cerveja. E como resistir a provar uma das melhores Cervejas do mundo? Hofbräu, tal como a Spaten-Franziskaner, produzem uma Märzen ligeira, elaborada exclusivamente para satisfazer a variedade do público internacional da Oktoberfest.
Festhalle (tenda) onde poderá encontrar: Hofbrau Festzelt.

SPATEN-FRANZISKANER
As suas Cervejas mais famosas são a Pils (0,5%) que foi a primeira cerveja elaborada em Munique, e Oktoberfestbier (5,7%) que é mais forte e com uma cor mais “pálida”. A Cerveja especial desta marca é a Diät Pils (4,9%), pode ser consumida por diabéticos pois só tem 32 calorias. Sim, também se pode manter a dieta no Oktoberfest.
Festhalle (tenda) onde poderá encontrar: Hipodromo, Schottenhammel, Ochsenbraterei / Spatenbräu

HACKER-PSCHORR

Hacker-Pschorr fermenta três vezes mais do que uma Cerveja normal, o resultado é uma Oktoberfest Märzen (5,8%) com um agradável sabor ainda que ligeiramente amargo, que combina bem com a comida servida no Festhalle.
Festhalle (tenda) onde poderá encontrar: Hacker-Festzelt, Bräurosl

LOWENBRAU
A sua especialidade para o Festival é a Wiesenbier (6,1%) que se refere ao nome Oktoberfest para os bávaros “Wiesn”. A Wiesenbier é clara, brilhante e tem um teor alcoólico superior à média.
Festhalle (tenda) onde a pode encontrar: Schützen-Festzelt, Lowenbrau-Festhalle.

# NÃO SE ESQUEÇA: a Cerveja servida na Oktoberfest é mais forte do qualquer outra cerveja que você já bebeu na sua vida, ainda mais sendo servida em Canecas (Mass) de 1 litro. A notícia boa é que a ressaca é zero.

Cardápio da Oktoberfest

Posted on
O que comer na Oktoberfest???
– Pommes Frites: Batatas-Fritas tamanho XXL
– Brezn: pãozinho tradicional da Baviera, coberto com Sal grosso e em formato de um laço-coração  Dentro das Tendas eles são vendidos pelas “Brotfrauen”
– Brathähnchen: o famoso Frango assado de Padaria. São mais de 500mil frangos consumidos na festa;

– Steckerlfisch : Peixe (cavala) defumada no espeto.

– Eisbein mit Sauerkraut: Joelho de Porco com Repolho.

– Bratwurst mit Semmel: Cachorro-quente com Salsicha Alemã

– Wiener Schnitzel: Filés de Porco empanados; sendo o prato mais tradicional austríaco
– Leberkäse mit Semmel: imagina um sanduiche com um Presunto de 1 polegada.

– Käseknödel: Bolinho de Queijo. Na verdade bolão, do tamanho de uma bola de Tênis.

– Zwiebelkuchen: Bolo de Cebola.

– Lebkuchenherzen: Tradicional lembrança da Festa. Pão de Mel com formado de coração, com alguns dizeres no dialeto da Bavária.
– Apfelkuchen: a tradicional e melhor Torta de Maçã. Com a opção de cobertura de Chantily ou Sorvete de Creme.

– Frutas Açúcaradas ou cobertas com Chocolate: Lembra da Maça do Amor ? Então..

Oktoberfest

Posted on

Quando falamos em Munique, falamos da tradicional Oktoberfest alemã.

Ok, tem a Oktoberfest de Blumenau-SC, porém lembre-que Blumenau é uma colônia alemã.

A original e grande festa acontece anualmente em Munique, mais precisamente na area central de Theresienwiese.

A primeira Oktoberfest de Munique, aconteceu em “1800 e bolinhas”, e nada tinha a ver com a atual. Naquela época, tinha uma corrida de cavalos e campeonatos de tiro ao alvo, que serviam para comemorar o casamento do Príncipe herdeiro Luís com a Princesa Teresa.

Atualmente, o Festival reúne cerca de sete milhões de visitantes por ano nos 15 dias de festa.

A roupa típica da Bavária é usada por todos, inclusive os turistas. Obviamente que não é algo obrigatório, porém já que veio para a festa, entre no clima e vá como manda a tradição. As mulheres usam o Dirndl (vestido com avental colorido e com aquele decote. Ui,Ui,Ui). Os homens com a Lederhosen (calça de couro com suspensório e camisa de botão). O curioso sobre os trajes “Bayerische”, e´que eram usados apenas nas cidades do interior, no dia-a-dia e em casamentos e outras festas. A juventude de Munique considerava algo “caipira” e poucos usavam. Porém isso tudo começou a mudar de 10 anos pra cá, hoje a moda é usar os trajes.

Vai entender ? Enfim, não se espante ao encontrar mulheres e homens usando as roupas típicas no centro da cidade. Sou uma prova disso, meu casamento foi um casamento “Bayerische”, com todos usando as tradicionais roupas típicas. Afinal de contas, minha esposa é alemã, nascida e criada na Bavária.

Uma curiosidade sobre o Avental do Dirndl: o nó do avental é um indicador do estado civil da mulher. Quando a mulher usa um nó amarrado no lado esquerdo, isso indica que ela é solteira, um nó amarrado à direita significa que ela é casada ou comprometida, e um nó atado na parte de trás significa que a mulher é viúva.

Outra curiosidade: os alemães da Bavária não chamam o Festival de “Oktoberfest” e sim de “Wiesn”.

Chega de “Wikipédia Moments” e vamos ao que interessa, dicas sobre a Oktoberfest ou “Wiesn” (boa !)

– Como chegar: qualquer S-Bahn para “Hackerbrücke” (Ponte de Ferro). Dali em diante, siga a multidão por 400 metros e “Willkommen zum Oktoberfest”. Outra opção é o U-Bahn 4 e 5, descendo na própria Estação de Theresienwiese.

– Como funciona: O Festival da Cerveja acontece dentro das enormes tendas (se não me engano são 14 tendas). Portanto se for beber, dançar e ouvir as músicas tradicionais da Bavária, só lá dentro. Proibida a venda e consumo de cerveja do lado de fora das tendas.

Cada tenda leva a marca de uma Cervejaria, e todas produzem uma cerveja especial que é comercializada apenas no período da festa. Portanto, não pense que a Paulaner que você compra nos supermercados é a mesma da festa.

Vou tentar listar as tendas: Hippodrom, Armbrustschützen, Weinzelt (Tenda dos Vinhos. Quem vai pra Oktoberfest beber vinho ?!?), Bräurosl (mais familiar), Bräurosl, Schottenhamel (mais tradicional), Schützen, Löwenbräu, Hofbräu (preferida dos turistas), Augustiner, Winzerer Faehnd’l, Ochsenbraterei, Fischer-Vroni e a Kafer Wies’n-Schanke (Artistas, Jogadores, ..vip’s)

Além das tendas, temos um Parque de Diversão gigante. Montanha-Russa, Roda-Gigante, Carrossel, Trem-Fantasma, aquelas dezenas de “Roda-Roda, Vomita-Vomita”, Barracas de Comida, de Doces, de Tiro ao Alvo,…

– Horário de Funcionamento: todos os dias (em 2012 será 22/09 à 07/10) das 12hs às 22hs.

– DICAS !!!

A primeira e mais importante: chegue cedo. Isso mesmo, chegue no horário em que estiver abrindo os portões. Pois é certeza de encontrar lugar dentro das Tendas. Todo mundo adora chegar as 17, 18hs e ficar até fechar (22hs). Só que como você, ou outros 6.999.999 visitantes também desejam o mesmo. Claro que você poderá chegar as 18hs e ter seu lugar reservado, inclusive com seu nome e sobrenome na mesa. Só que pra isso, você já deveria ter reservado esse lugar (minimo 10 lugares para reserva) desde a festa do ano passado.

Um bônus para os que chegam cedo, é assistir a entrega dos Barris de Cerveja que é feita com as tradicionais carroças e seus imponentes cavalos. Rola uma disputa entre as Cervejarias para ver quem tem a carroça mais enfeitada, os cavalos mais bonitos,..bem legal.

Além do Desfile da Carroças, tem uma Apresentação de Tiro com uns Mini-Canhões “Schützen”.

A segunda e importante dica é tentar fugir da festa no final de semana. Curiosamente, os outros 6.999.999 visitantes que citei anteriormente, também preferem esses dias. Afinal de contas, o sujeito pode beber todas e sem se preocupar de acordar cedo no dia seguinte.

A terceira dica: vá com dinheiro na carteira e de preferencia trocado em notas de 10€. Isso irá facilitar sua vida e sem o risco de receber parte do troco em moedas. O valor da cerveja (caneca de 1 litro, não existe menor) varia de tenda para tenda. Algo de 8,40€ a 8,90€. A sugestão é você entregar uma nota de 10€ e não pegar o troco. Além de você garantir um atendimento eficiente no próximo pedido, eu duvido muito que você consiga beber mais que 3 litros nessa festa. Portanto serão 3 euros e pouco de gorjeta. Lembre-se que a gorjeta não é obrigatória e você poderá pegar seu 1€ de troco, porém a chance dessa garçonete atravessar a tenda inteira, carregando várias canecas para te atender será mínima.

♪ ♫ “Ein Prosit, ein Prosit

    Der Gemütlichkeit 

       Ein Prosit, ein Prosit

             Der Gemütlichkeit. ” ♪ 

link video: Oktoberfest