RSS Feed

Tag Archives: Baviera

Rota Alpina Alemã – uma viagem fabulosa pelos picos dos Alpes

Posted on

Sonntagshorn_von_Norden

A Rota Alpina Alemã – um verdadeiro cinema drive-in! Seja bem-vindo ao um passeio panorâmico cheio de curvas, ao longo de 450 km no cenário deslumbrante das montanhas do sul da Baviera, de Lindau, no Lago de Constança, até Berchtesgaden, no lago Königssee. Esse roteiro reúne uma espécie de “seleção nacional” do turismo alemão, seja de carro, pedalando, ou caminhando.

O melhor das montanhas da Baviera são os lugares onde elas mostram o que há de mais típico nessa região, onde há músicos alegres tocando, gente sentada à mesa, cada um com sua caneca de cerveja, e onde os costumes ainda são preservados – e esses lugares são perfeitos também para dirigir. Se tudo isso ainda vier acompanhando de vistas formidáveis, com a sensação de que você só precisa dar um pulo para chegar do outro lado da cordilheira, então pode ter certeza de que você se encontra na Rota Alpina Alemã, em pleno salão de festas dos Alpes.

landschaft-winter-002

Como numa propaganda de chocolate

Sua companhia durante viagem serão mais de 20 lagos cristalinos nas montanhas, castelos altivos, palácios saídos dos contos de fadas, mais de 60 estâncias terapêuticas, desfiladeiros, vales, centenas de picos de montanha e campos ensolarados, onde as leiterias produzem queijos deliciosos. A rota é também um convite para desfrutar de uma culinária de altíssima qualidade e da atmosfera nos chalés, nas cervejarias que servem ao ar livre ou nos cafés aconchegantes à beira dos lagos. Mas o esporte também não fica atrás, com atividades como rafting, todo tipo de esporte aquático, parapente, ciclismo, excursionismo e escaladas ou, naturalmente, os esportes de inverno nas diversas pistas de esqui.

dsc_0082

Impossível pedir mais

Ao longo da rota, as hospedagens vão desde férias na fazenda até hotéis de luxo. Cercada de uma enorme riqueza natural e cultural, a rota explora atrações mundialmente famosas, como o pico de Zugspitze, os castelos reais perto de Füssen, os mosteiros Ettal e Benediktbeuern, o lago Chiemsee, o patrimônio mundial na igreja Wieskirche, Watzmann, St. Bartholomä no lago Königssee, o Parque Nacional dos Alpes em Berchtesgaden e muito mais.

Alpen_Bayern_Aussicht_Tegernsee_BaumgartenschneidQuem já esteve aqui sabe disso!

É recomendável parar de vez em quando, ou melhor, frequentemente para apreciar esse panorama espetacular oferecido pelos Alpes. Afinal, há poucos lugares onde é possível chegar de carro a uma paisagem digna de um cartão postal, como aqui. Na verdade, uma viagem de curta duração é pouco para a Rota Alpina Alemã!

ROTA ALPINA ALEMÃ

EXTENSÃO: 450 km

DESTAQUES:
Berchtesgaden: Watzmann, Parque Nacional,
Chiemsee: lago Herrenchiemsee, ilha Fraueninsel, mosteiro
Ettal: mosteiro
Füssen: castelo Neuschwanstein
Lindau: Lago de Constança,
Königssee: St. Bartholomä, capela Eiskapelle
Oberammergau: festival Passionsspiele
Garmisch-Partenkirchen: Zugspitze
Pfaffenwinkel: igreja Wieskirche

www.deutsche-alpenstrasse.de

Castelo de Neuschwanstein

Posted on

O Castelo Neuschwanstein ou “Novo Cisne de Pedra”, localizado ao Sudoeste da Bavária, construído na segunda metade do século XIX, serviu de inspiração para a Walt Disney criar o famoso Castelo da Cinderela.

Foi idealizado pelo Rei Ludwig II, inspirado na obra de seu amigo e protegido, o grande compositor Richard Wagner. Muitos dizem que Wagner foi o seu grande e único amor. Enfim, isso não vem ao caso. O projeto desse Castelo não foi feito por um Arquiteto e sim por um Projetista de cenários para peças teatrais (Christian Jank). A primeira pedra do Castelo foi colocada no dia 5 de Setembro de 1869. O cenário a sua volta não poderia ser mais perfeito, pois além de um lago na frente, temos uma enorme floresta ao fundo.
O Rei Ludwig II era um grande admirador das artes, e construiu o castelo para servir de refúgio, para ter um lugar onde isolar-se do mundo – hoje, é um dos edifícios mais visitados do planeta.

Apesar do seu aspecto medieval, a construção do Castelo de Neuschwanstein requereu a moderna tecnologia da época, sendo o castelo uma maravilha dos acabamentos da tecnologia estrutural. Engenhos a vapor e eléctricos, ventilação moderna e canalizações de aquecimento fazem, todos eles, parte da estrutura.

Muitas das salas do castelo são inspiradas em óperas do compositor alemão Richard Wagner, e infelizmente as fotografias internas são proibidas. O cisne foi escolhido como símbolo do castelo para homenagear o Cavaleiro do Cisne, Lohengrin, antiga lenda que inspirou Wagner a criar uma ópera de mesmo nome.

O Castelo estava próximo da conclusão quando, em 1886, o Rei foi declarado insano pela Comissão de Estado, e aprisionado no castelo. “Como pode declarar-me insano? Ainda não me examinou!” (Rei Ludwig II questionando o Psiquiatra Dr.Von Gudden). Levado para Berg, foi encontrado, no dia 13 de Junho de 1886, afogado em águas superficiais do Lago Starnberger, juntamente com o Psiquiatra Gudden, . As circunstancias exactas da sua morte permanecem inexplicadas. Mistéeeerio

Uma das fotos mais interesantes do Castelo, deverá ser feita na Marienbrücke (Ponte de Maria) sobre o desfiladeiro Pöllat, assim chamada em homenagem a Maria da Prússia. Essa ponte me lembra os filmes de Indiana Jones.

A dica para ir, é comprar o “Bayern Ticket” de trem. Com esse Ticket, você poderá ir e voltar por 22 €, caso tenha acompanhantes, + 4 € por pessoa. Lembrando que o máximo permitido por Ticket-Familia serão de 5 adultos.