RSS Feed

Berchtesgaden

Posted on

Em outras dicas de viagem pela Bavária, citei Berchtesgaden, porém sempre como um ponto intermédiario ou de transição para outra atração turística. Afinal de contas, Berchtesgaden se encontra no centro de tudo de legal que acontece na Bavária, além de ter uma estrutura hoteleira fantástica.
Para que você tenha uma idéia, o Parque Nacional Berchtesgaden está como “uma das mais belas paisagens da Terra”, palavra de quem entende.

Acho que já estivesse mais vezes em Berchtesgaden, do que na casa da minha mãe para o almoço de Domingo, tamanha a proximidade do centro de Munique e das diversas opções de lazer que já citei anteriormente. De carro ou de trem é muito fácil chegar lá.
Começamos de carro, pois é só digitar “Berchtesgaden” no GPS e seguir pela Autobahn (óbvio). Porém a primeira dica surge aqui, o GPS  normalmente indica o caminho mais rápido, com isso você irá transitar  uns 15 minutos na Autobahn austríaca e consequentemente terá que comprar o “Adesivo-Pedágio” austríaco (Vignete custa uns 10 euros). Para evitar esse gasto e acredite, o tempo será o mesmo, siga as placas para “Bad Reinchhall”. Caso você perca essa entrada, pare no Posto de pedágio seguinte e compre o “Selo-Pedágio” (Vignete), pois a fiscalização acontece, mesmo que por 15 minutos em solo austriaco.
Ilustrei o mapa abaixo e você vai ver como é simples e fácil.
De trem: na Estação Central de Munique (Hauptbahnhof), os trens partem de hora em hora, com o Bayern-Ticket custando 22 Euros (Individual) e por mais 4 Euros por acompanhante. Lembrando que o limite é de 5 pessoas por ticket. Ou seja, um casal pagará 26 euros no total em um ticket válido das 6 da manhã até às 6 da manhã do dia seguinte.
Dica: se você pagar 2 euros a mais (totalizando 28, euros para o casal) você poderá usar o trem e os onibus locais. É só comprar o Bayern-Ticket Familia (mesmo a viagem sendo feita por amigos).
 O trem de Munique vai até Freilassing e de lá já parte outro para Berchtesgaden. É praticamente descer de um e entrar no outro, tudo com letreiro indicativo, tempo de espera de no máximo 5 minutos e já tudo incluso no Bayern-Ticket.
                         Trem de Munique para Freilassing
Trem de Freilassing para Berchtesgaden
Chegando em Berchtesgaden você poderá ir para a Montanha Kehlstein e visitar Eagle Nest “Ninho da Aguia” (já escrevi sobre isso aqui), ir para Königsee(também já escrevi sobre isso), além de um city-tour em Berchtesgaden.

Berchtesgaden é cercada de montanhas, além do ar limpo vindo das montanhas, o sal e os lagos da região também possuem um papel importante nos tratamentos de saúde naturais oferecido pelas clínicas da região. Salzheilstollen, é um spa debaixo da terra, em uma mina de sal. As terapias oferecidas incluem tratamentos para bronquite asmática, febre do feno, sinusite, trato respiratório super-sensível, problemas de pele, insônia, zunido, depressão, esgotamento físico e stress.

Salzheilstollen é um programa para toda a familia, pois é conhecido como um “Centro de Aventura” dentro da maior e mais moderna Mina de Sal do Mundo. Um trenzinho leva os visitantes para as profundezas da montanha onde a mina é apresentado de uma forma mística por meio de luz, cor e som – uma “catedral de sal” impressionante aparece diante dos olhos dos visitantes. Todas as dúvidas sobre o Sal são respondidas de forma bem lúdica no “Laboratório de Sal. O espelho lago, a 150 metros abaixo da superfície, recebe os visitantes em um ambiente sereno. Em uma composição fascinante de luz e som, a balsa atravessa a água e leva os visitantes para a margem oposta, sob um céu artificial de cristais de sal.

Maiores informações sobre valores e horários de funcionamento no site:http://www.salzheilstollen.com/
Para os interessados em “Schnapps“, não deixe de visitar a Destilaria que segue a mais tradicional e conhecida receita. A destilaria produz não só a Schnapps, mas também para mais de 20 outros licores alpinos. Por ano, cerca de 100 mil visitantes de todo o mundo visitam o mundo interessante desta pequena destilaria de Unterau. A visita inclui um passeio pela destilaria, um filme interessante, degustação e uma loja bem abastecida com muito mais do que apenas garrafas.

Maiores informações sobre valores e horários de funcionamento no site:www.grassl.com

Berchtesgaden situa-se no meio de um vale e na base da Montanha Watzmann. De acordo com a lenda local, uma perversa família real que vivia na região, foi transformada em rocha por Deus como punição.
Na caminhada pela cidade você encontrará Markplatz (praça central), atravessando um arco do século 16, chega-se à Schlossplatz “Praça do Castelo” com algumas das mais antigas construções locais, a Igreja “Stiftskirche”.

Se você procura paisagens encontradas apenas em “protetores de tela” do seu computador, Berchtesgaden é uma das melhores opções. O Parque Nacional foi declarado Reserva da Biosfera pela Unesco em 1990,  fauna inclui mais de 100 espécies de pássaros, 15 tipos de peixes e animais raros, como o cabrito montanhês, reintroduzido na região nos últimos 30 anos.

Uma rede de trilhas de aproximadamente 230 km o transforma num verdadeiro paraíso para contempladores da natureza, amantes do montanhismo e do esqui e também para artistas.

Uma dica legal para quem quiser pernoitar na região, fugindo um pouco das tradicionais pousadas da região é ir ate “Stahlhaus“. O local é muito procurado pelos praticantes de Trekker. Afinal de contas, essa cabana fica a 30 minutos da estação de teleférico que está no topo do Jenner.  Essa cabana é toda de madeira, possui 24 camas e mais de 70 colchões, extremamente limpa e com ótimos preços. Por questão de higiene, deve-se levar também um lençol e uma capa de cobertor. Localizada na fronteira entre a Alemanha e a Austria, funciona o ano inteiro. Se quiser reservar ou obter maiores informações sobre o local: http://www.carl-von-stahl-haus.com/

De Stahlhaus partem diversas trilhas para escalar as montanhas nos arredores ou fazer caminhadas de vários dias pelo parque, inclusive até o lago Funtensee, o ponto mais frio da Alemanha. A decida no dia seguinte, até o estacionamento de Jennerbahn, dura cerca de 2 horas a pé, ou se preferir, utilize os teleféricos de Jennerbahn. Informações sobre horários e valores no website: http://www.jennerbahn.de/de/home/
Se a sua opção é pernoitar em Pousadas mais tradicionais, com quartos e banheiros privativos, não faltará opções na base da Montanha Jenner, exatamente num raio de 5 minutos à pé da Estação de partida dos Teleféricos, próximo ao grande estacionamento.
São diversas opções de quartos e preços. A média de preços é de 70 euros por casal com café-da-manhã incluso. Lojas de Souveniers e restaurantes estão em uma rua que liga o estacionamento ao lago de Königsee.

Quem prefere fazer caminhadas curtas em vez de uma longa e cansativa, pode, por exemplo, emendar uma visita a Ramsau, a 10 km do centro de Berchtesgaden. A principal atração deste pequeno povoado com menos de 2.000 habitantes é a Igreja de São Sebastião e São Fabiano.
Com a montanha Reiteralpe ao fundo, é um dos mais belos cartões-postais da Baviera. Sua fama mundial se deve ao fato de ser nos selos dos Correios Alemães.

Próximo a Igreja encontramos o lago e a região de Hintersee, ponto de partida para caminhadas a diferentes pontos do parque, uma delas leva à Schärtenalm, a 1362 m de altitude.

A Schärtenalm é um rancho transformado em rústico restaurante panorâmico, que oferece pratos típicos, como o Kaiserschmarrn (panqueca em pedaços), cerveja, refrigerantes, café e tortas deliciosas.

Quem quiser dormir mais uma noite nas alturas, precisa caminhar mais uma hora até a cabana Blaueishütte, na trilha que vai em direção à Blaueis (Geleira Azul), a geleira mais setentrional dos Alpes.

About Leo Cunha

Olá, me chamo Leo Cunha, sou arquiteto, nascido e criado no Rio de Janeiro e morando desde 2010 em Munique (Alemanha). Além de dicas, fotos e curiosidades, tentarei expor alguns relatos de viagens que fiz e ainda faço pela região do Sul da Alemanha (Bavaria), e pela Europa. Escrevendo de forma descontraída, espero conseguir contar o que vivi, conheci e aprendi por aqui. A idéia é fazer artigos ilustrados com informações simples, fáceis e úteis a qualquer visitante. Lembrem-se, estarei relatando unicamente minha experiência e opinião. Portanto não espere um relato imparcial e completo. Além disso, nao trabalho com turismo, e nao recebo nenhum centavo por escrever qualquer artigo. Se quiser ajudar, contando sua experiência, aventura, criticando, sugerindo,..seja bem-vindo

7 responses »

  1. Julio Viana

    Olá!
    Gostei muito da materia sobre Berghtesgaden. Estou mocilhando pela euopa con minha namorada e ficamos muito tentados a ir pra la na semana que vem ( dia 25 ou dia 27/9). Será que vc pode nos ajudar com algumas dúvidas:
    -pra se entrar no parque, paga-se alguma taxa?
    – agora em setembro vale a oena ir la? A temperatura e o tempo sao tranquilos pra se fazer caminhadas?
    – qdo descemos da estação de trem, é fácil chegar aos locais que vc citou?

    Obrigado e um grande abraço.

    Julio

    Responder
    • Ola Julio,

      Feliz em saber que gostou e pretende fazer uma visita aos locais que citei.
      Acredite, é muito facil de chegar, trens e onibus sao preparados para receber centenas de turistas diariamente, inclusive com motoristas e demais funcionarios falando ingles alem de toda sinalizacao em ingles e alemao.

      Seja bem-vindo !

      Responder
  2. Helga Amador

    Ola Leo, meu nome é Helga.
    Irei com meu marido para Alemanha em Agosto, chegaremos em Berlin, pegaremos um carro e desceremos passando por Nuremberg, Rothemburg Ob Der Tauber para depois chegarmos em Munique, de onde pretendo ir um dia para Berchtesgaden ( conhecer o ninho da águia e as minas de sal – é possível no mesmo dia?) e se possível um dia para Salzburg (Vc acha que vale a pena?).
    Estou com dúvidas se é muita coisa ou não, temos 15 dias (Iremos dia 06/08 e retornaremos dia 21/08) e não sei se coloco Heildelberg no lugar de Nuremberg ou Stuttgard em algum dia.
    Pode me dar algum conselho?
    Muito Obrigada.
    Helga

    Responder
    • Oi Helga.

      Sem problema com seu roteiro.
      Acredito que deva fazer a Rota Romantica. Vou escrever ima materia sobre esse passeio, tenho certeza de que irá te ajudar.

      Sem problema com Eagle Nest, Mina de Sal e o Lago em um dia. Sera um dia corrido, porem sem duvida é possivel.

      Salzburg voce pode e deve fazer em uma dia, saindo de Munique.
      Caso vá de carro, o mesmo ficara no estacionamento, o que nao é barato.
      Aconselho ir para Salzburg de trem.

      Abs

      Responder
      • Helga Amador

        Obrigada Leo.
        Decidimos ir a Salzburg e Berchtesgaden de trem, mas em dias diferentes. Mas estou com dúvidas sobre a localização dos passeios e como chegar após já estra em Berchtesgaden – como chegar a Eagle Nest acredito ser mais fácil, mas o site da mina de sal estou achando bastante difícil, pode me ajudar em como faço para chegar lá e se tenho que comprar antes os ingressos?
        Obrigada mais uma vez.
        Abraços.

  3. Adriana Torres

    Leo, adorei a matéria. Li muita coisa sobre Berchtesgaden, mas o seu conteúdo foi o mais explicativo e claro. Muito bom. Eu moro em Paris e estou indo passar três dias lá e queria sua ajuda com umas dúvidas. 1) Você acha necessário alugar carro para se deslocar em Berchtesgaden? Vamos sair de Munique. Outra coisa, posso dirigir com a carteira de habilitação brasileira? 2) Sobre os programas, como teremos 2,5 dias apenas, pensei em conhecer o Lago, a mina de sal e o ninho da águia… Acha que é o bastante ou estamos perdendo algo imperdível que deveríamos substituir por um desses programas? Super obrigada! E não para de escrever, pq matérias como as suas fazem as pessoas poderem ir além dos programas super turistões. Obrigada!

    Responder
    • Oi Adriana,

      Desculpe pela demora na resposta, estava viajando de ferias.

      Vamos la…
      – voce pode dirigir com a Carteira de Motorista do Brasil sem qualquer problema. Nao precisa fazer a Carteira Internacional.

      Os passeios podem ser feitos com transporte publico (trens e onibus), porem se programe com horarios para evitar o “poxa, o trem acabou de sair, o proximo em 40 minutos”

      Os passeios que vc citou, podem ser feitos no esquema “bate e volta”. Ou seja, saindo e voltando de Munique.

      Como voce vai fazer o Eagle Nest, a Mina de Sal e o lago Königssee, acho mais barato, pratico e interessante, dormir uma noite na regiao. Sao diversas ofertas, porem sugiro reservar online.

      Esses lugares que voce citou, sem duvida sao os meus favoritos. Portanto indispensaveis. Temho certeza de que vai gostar.
      Depois nao se esqueca de dizer como foi.

      Um abraco e fico feliz em ajudar sempre.

      Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: