RSS Feed

Innsbruck

Posted on

Innsbruck na Áustria, quase na Alemanha, é a capital do Estado do Tirol.

O Tirol é dividido entre Áustria e Itália, tendo sido uma região do extenso Império Austríaco, com os seus costumes preservados ate hoje em dia. Essa divisão ocorreu em 1919, com o tratado de Saint-Germain-en-Laie, divisão um tanto polêmica porque boa parte dos moradores que ficavam na parte italiana eram de origem alemã. Depois da Segunda Guerra Mundial, a Itália concedeu autonomia ao Tirol do Sul, demarcado na região de Trentino-Alto Adigio, enquanto a zona austríaca, cuja capital é Innsbruck, é conhecida como o estado federal do Tirol.
Os tiroleses afirmam que o Esqui Alpino surgiu em Innsbruck. Independente disso, não podemos negar a imensa relação do Tirol com o esqui. Não foi por acaso que Innsbruck foi escolhida para palco dos Jogos Olímpicos de Inverno em 1964 e em 1976 tornando-a mundialmente famosa.
Em dias de Céu limpo, descer nas pistas de de Nordkette, Seegrube e de Hafelekar, com a cidade ao fundo, se tornam uma experiência certamente memorável.
Se você ainda não é praticante da modalidade, não se preocupe, o teleférico chega até ao topo do Hafelekar (2334 metros), com uma estação intermediária em Seegrube (1905 metros), oferecendo uma vista magnífica do Vale. Já do outro lado do Vale temos as pistas e outras instalações olímpicas, onde se realizaram os Jogos de Inverno. Quem está por dentro do mundo do esqui não necessita de grandes explicações e detalhes, pois sabem que as possibilidades são inúmeras. Os mais aventureiros podem se arriscar por uma pista de Bobsled, com capacidade para seis pessoas no trenó. A experiência é muito divertida.

Mas a diversão não se limita somente às pistas de esqui, o ambiente depois de um dia esquiando supera o de muitas das célebres estações francesas e suíças de esqui. Com seu centro histórico, formado por belos edifícios góticos, renascentistas e barrocos, situado na margem do rio Inn, exatamente no eixo formado pelas ruas Friederich Strasse e Maria Theresien Strasse, a cidade fica cheia de turistas durante todo o ano. Seu principal cartão-postal é o Goldenes Dachl.

A cidade é relativamente pequena, com a sensação de estar em uma aldeia nos Alpes, podendo ser percorrida toda a pé em poucas horas. O comércio oferece diversas opções de compras, desde lojas elegantes à lojas de bugingangas e souvenirs.

Caminhando desde “o telhado de ouro” (Goldenes Dachl) em direção ao rio, encontramos o Castelo de Otto de Andechs-Goldener Adler, onde hoje funciona um restaurante. Não muito distante dali, podemos visitar a Catedral Dom S. Jakob, e a “Hofkirche” ou Igreja da Corte, onde se encontram as 28 estátuas de bronze que formam o Mausoléu de Maximiliano I.

Uma curiosidade: ao passear pelas ruas do centro, encontramos várias lojas cuja fachada exibe letreiros de ferro forjado, onde além do nome da loja, podemos ver representado o ofício do proprietário ou os objetos vendidos. Era assim que as pessoas que não sabiam ler podiam encontrar o que procuravam sem ter que entrar nos estabelecimentos. Hoje em dia, muitas lojas tem os letreiros novos, mas a tradição se mantém.

Não deixe de conhecer, durante a temporada de esqui, algumas das pequenas aldeias dos Alpes: Aldrans, Ampass, Axams, Birgitz, Ellbögen, Igls, Lams, Mutters, Patsch, Sistrans e Rinn.

Aqui percebe-se que a Áustria recebe bem seus convidados. As estações de esqui preservam a paisagem e oferecem todas as comodidades. Ter uma experiência desconfortável ou incômoda na Áustria é praticamente impossível.

Tenho certeza de que você irá conhecer um povo que sabe ser hospitaleiro, que sabe a importância de cuidar dos turistas e que oculta lugares com encanto único. Não deixe de brindar tudo com Schnaps (cachacinha local), porque apesar da fama que têm os austríacos de metódicos, racionais e demasiado sérios, aqui também há lugar para improvisos e diversão, e Innsbruck pode ser o local certo para isso.

About Leo Cunha

Olá, me chamo Leo Cunha, sou arquiteto, nascido e criado no Rio de Janeiro e morando desde 2010 em Munique (Alemanha). Além de dicas, fotos e curiosidades, tentarei expor alguns relatos de viagens que fiz e ainda faço pela região do Sul da Alemanha (Bavaria), e pela Europa. Escrevendo de forma descontraída, espero conseguir contar o que vivi, conheci e aprendi por aqui. A idéia é fazer artigos ilustrados com informações simples, fáceis e úteis a qualquer visitante. Lembrem-se, estarei relatando unicamente minha experiência e opinião. Portanto não espere um relato imparcial e completo. Além disso, nao trabalho com turismo, e nao recebo nenhum centavo por escrever qualquer artigo. Se quiser ajudar, contando sua experiência, aventura, criticando, sugerindo,..seja bem-vindo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: